Orca branca adulta avistada pela primeira vez na natureza

%PM, %24 %670 %2012
Publicado em Notícias

      E Lazareva / Ferop

E Lazareva / Ferop

Uma orca branca adulta foi vista pela primeira vez na natureza, no mar de Bering, ao largo da costa russa, com 12 membros da sua família, por cientistas das universidades de Moscovo e de São Petersburgo que compõem o Far East Rússia Orca Project (FEROP).

Cetáceos brancos de várias espécies são vistos eventualmente, mas as únicas orcas conhecidas eram jovens, incluindo uma com um problema genético raro, que morreu num oceanário canadense, em 1972. Iceberg, assim apelidado, é a primeira orca branca adulta a ser observada, que pelo o seu tamanho de dois metros, julga-se tratar de um animal com pelo menos 16 anos.
 
A causa da pigmentação incomum é desconhecida, mas pode tratar-se de um caso de albinismo.
 
O encontro com Iceberg aconteceu durante uma expedição de pesquisa com um grupo de cientistas e estudantes russos, co-liderada por Erich Hoyt, renomado cientista especializado em orcas, que agora faz parte da Sociedade de Preservação de Baleias e Golfinhos (WDCS, na sigla em inglês).
 
As orcas - que também são conhecidas como baleias-assassinas, apesar de não serem tecnicamente baleias, mas animais da Família Delphinidae, a mesma dos golfinhos - atingem a idade adulta aos 15 anos e os machos chegam a viver 50 ou 60 anos, apesar de 30 ser a expectativa de vida mais comum. 
 
"Iceberg parece estar bem socializado. Sabemos que essas orcas que se alimentam de peixes ficam com as mães a vida inteira e, pelo que podemos ver, ele está bem atrás da mãe com supostamente seus irmãos ao lado", disse Hoyt.
 
{youtube}4jToz9MVVvk{/youtube}