Golfinho-corcunda dos 'Sousa' descoberto na Austrália aguarda por nomenclatura

domingo, 10 novembro 2013
Publicado em Notícias

golfinho novo big

Uma nova espécie de golfinho-corcunda foi descoberta nas águas do norte da Austrália. Os cientistas, “surpreendidos e encantados”, confirmam que é uma das quatro espécies existentes no género ‘Sousa’. A descoberta só foi possível aliando a avaliação morfológica à análise genética.

“Os debates que existiam baseavam-se em informação que era sempre limitada – ou eram, simplesmente, dados genéticos ou eram dados baseados em estudos taxonómicos tradicionais. Agora, fomos capazes de juntar estes dois métodos (a avaliação morfológica e a análise genética) e olhar para todas as espécies do género. Estamos surpreendidos e encantados por descobrir uma espécie completamente nova”, explicou Guido Parra, biólogo da Universidade Flinders (Austrália) que integrou a equipa científica citado pela AFP.

Os investigadores concluíram, através de mapeamentos genéticos e do estudo das morfologias, que nos mares a norte da Austrália vivem quatro espécies de golfinhos do género ‘Sousa’. “Com base numa análise genética e morfológica, há uma prova convincente de que existem, pelo menos, quatro espécies dentro deste género”, reforçou Martin Mendez, um dos autores do resumo do estudo publicado na revista Molecular Ecology.

A nova espécie, que ainda aguarda por uma nomenclatura, foi descoberta após as necrópsias e análises de 200 golfinhos, assim como da análise de amostras de tecido recolhidas em cetáceos vivos e que habitam nos oceanos Atlântico, Índico e Pacífico. Os exames incluíram o estudo do comprimento do bico, do número de dentes e de 180 crânios (de cadáveres recolhidos nas praias ou à guarda de museus) e a análise de amostras de ADN de 235 golfinhos vivos.

Das três espécies anteriormente conhecidas no género ‘Sousa’, duas constam na Lista Vermelha das Espécies, criada e actualizada pela União Internacional para a Conservação da Natureza. O ‘Sousa teuszii’, ou golfinho-corcunda-do-atlântico, foi classificado como vulnerável; o ‘Sousa chinensis’, ou golfinho-corcunda-indopacífico, do qual há mais exemplares, está referido como espécie quase ameaçada.

Os golfinhos-corcundas, que ganharam o epíteto devido à bossa nas costas (colada à barbatana dorsal), nascem com uma pele cor de pérola e, com o avançar da idade, vão escurecendo até ficarem cinzentos. Podem atingir um comprimento de 2,4 metros e vivem em águas costeiras ou nos deltas e estuários de rios.

Sobre a nova espécie descoberta, Martin Mendez revelou que cabe à Comissão Internacional de Nomenclatura Zoológica definir a designação oficial e afirmou que “esta descoberta ajuda a compreender melhor a história da evolução deste grupo animal e a adaptar melhor as políticas de preservação de cada uma das espécies.

fonte: ptjornal