Falta um Golfinho do Sado

Mais
8 anos 9 meses atrás #784 por webmaster
Por Marília Nascimento

Sendo como sou, um animal aquático, a água é o meu habitat natural, mas dotou-me a Natureza com capacidades físicas e psicológicas que me aproximam muito dos humanos a ponto de compreende-los e aprender o que me ensinam treinadores competentes.

O Estuário do rio Sado é a minha “casa” e venho, hoje aqui, agradecer àqueles que tentam defender a colónia a que pertenço em risco de sobrevivência por causa da poluição da água e pelo trânsito constante de embarcações e barcos de recreio.

O meu agradecimento também, à bióloga Susana Tereso que, através da imprensa sadina, veio levantar a questão e advertir os responsáveis da urgência de se tomarem medidas concretas sobre a vida dos golfinhos antes que seja tarde e o Sado seja a nossa sepultura.

Na verdade estou farto de ser apenas um símbolo para marchas de Santo António e quadras populares. Custa-me dizer, mas os poderes locais e governativos desta cidade têm deixado ir por água abaixo muito património histórico, investindo apenas nas diversões de consumo imediato, entretendo o pagode com o inevitável folclore da sardinhada, farturas e febras na brasa com música adequada, fornecida por artistas que vêm cobrar milhares de euros: Para os golfinhos não há verba nem interesse em levar o tal projecto avante em sua defesa. Quem me dera ter nascido nas águas doutras nações estrangeiras que defendem e estimam os seus animais, criando reservas laboratoriais de medicina animal, onde são tratados e recuperados. Infelizmente nasci aqui, nesta cidade tão bonita, mas tão mal gerida naquilo que a valoriza e lhe dá importância!

Tempo de leitura: 2 m

Por favor Autenticar para se juntar à conversa.

Mais
8 anos 9 meses atrás #785 por denny
Seria bom que tomassem medidas antes do mal acontecer, esse tipo de coisas deixa-me triste :dry:

Provavelmente só irão agir e tomar maior consciência, quando as coisas estiverem realmente muito más :angry: o pior é que poderá ser tarde de mais :(

Por favor Autenticar para se juntar à conversa.

Mais
8 anos 9 meses atrás #786 por waterlove_99
É claro que os Srs que estão no poder (local e nacional) deviam mostrar-se mais atentos à realidade do Sado... mas a conservação da população de Roazes depende de todos!

Se a uns entristece a ausência de medidas governativas, a mim entristece-me a falta de civismo e a falta de respeito por aqueles animais que vivem no Sado. Entristece-me todos aqueles que pegam no seu barquito e perseguem e cercam os bichos!

Basta olhar para o Sado num destes dias quentes de Verão e imaginar o que sente um golfinho que ali mora:
- não consegue ouvir a sua mãe a chamar porque o ruído dos motores é insurdecedor
- não consegue alimentar-se porque passa o tempo a fugir das embarcações que o perseguem
- não consegue repousar, não tem para onde ir porque o estuário está minado de "amantes de golfinhos" que fazem de tudo um pouco para os ver mais perto.

Se falta um golfinho no Sado, não sei... mas se estes comportamentos dos humanos continuarem... faltarão muitos mais.:(

Por favor Autenticar para se juntar à conversa.

Moderadores: Ocean LoverdennyGuilhas
Tempo para criar a página: 0.184 segundos